Thursday, June 05, 2003

Texto compulsoriamente emprestado do site Grande Prêmio

monaco 2003 - opinião do Edgard

Até Mônaco (sic). Não foi assim que me despedi de vocês na última coluna? Pois é, e agora, vou escrever o quê? Lembro-me que no GP da Espanha, quando nos foi dito que Mônaco (sic) era ou seria a nossa grande esperança, e que Rubens andava muito bem lá e etc. e tal.

Perguntei ao Mestre Chow Ling, meu professor de Tai Chi Chuan. "Este Mônaco (sic) seria aquele de ruas estreitinhas e safadas, com paredão na cara dos pilotos, aquele que tem mais gente nos boxes do que na arquibancada, formando a maior concentração de Rolex por metro quadrado do planeta, onde ninguém passa ninguém?" Lembro-me que o Mestre respondeu, “Sim gafanhoto, mas não te esqueças de que estão fazendo muitas modificações na pista”. (sic)

Seria então o caso de perguntar agora, “Mas, Mestre, mexeram, mudaram, trocaram, alteraram, modificaram e continua tudo igualzinho, não mudou borra nenhuma, vinte milhões de dólares gastos e continua tudo a lesma lerda de sempre, ou será, Mestre, que também existe superfaturamento no Principado?”. Sábio, experiente, superconcentrado com o olhar num belíssimo iate, onde uma gostosa tomava sol de topless, ele me responderia: “Gafanhoto, não força, existem razões que a própria razão desconhece, fica na sua”.

Como bom brasileiro, louco para ter alguém para torcer, ainda esperançoso, mesmo com a paciência já na reserva, mandei: “Honorável, uma dica para o seu humilde discípulo esperar Mônaco feliz, aqui entre nós, alguma chance de Rubens classificar na frente de Miguel em Mônaco (sic) no sábado?” Ele severo, sisudo e fechando a cara, detonou: “Nem por um... Piiiiiiiiiiiiiiiiiii”. – Intervenção eletrônica para frases de baixo calão. “Ficou louco, velho, sua desorientação espacial está te levando a delírios”. "Não é isso, Mestre (com frouxos de sorriso nos lábios), não precisa apelar, apenas antecipei meu sonho e vi Rubens na pole, com aquela risadinha do Mutley, e Miguel em quarto no grid de Monte Carlo. Já pensou, Rubens poderia até ganhar".

Afinal, não errei tanto assim no meu sonho, o alemão ficou em quinto no grid e Rubens ganhou... ou o motor da Sauber, ou o direito de trocar de lugar com Antonio. Ainda mais depois da manchete da "Gazzetta" de segunda feira, “Ferrari já tem seus pilotos para 2005”. Já estou até ouvindo os alto-falantes: ADEG informa: substituição na frigideira, sai Antonio (se continuar assim vai mesmo) e entra Rubens.

Eu só posso acreditar que a coisa devia estar muito ruim ali atrás do David. Se sábado a culpa foi do peso do combustível (com a palavra o alto comando estratégico, ou alguém achou que Kimi, Juan & cia. fossem classificar com combustível até a boca?), no domingo a culpa foi de quem, dos pneus? Na fila indiana a que assisti, o alemão vira e mexe apertava os dois da frente, chegava ou diminuía a diferença para os caras, então o pneu não era tão ruim assim, tanto que o japa da Bridgestone chiou, e com razão, se o nosso bicudo e pequeno Napoleão Todt disse para não se subestimar Kimi, eu completo com a seguinte lembrança, não subestime o pessoal da Bridgestone, se tem uma coisa que eles sabem fazer é pneu. Tanto pegou mal, que o alemão rapidinho mudou o discurso, para “Veja bem, o alinhamento de Plutão com Marte na segunda casa de Netuno, em função da segmentação dos anéis de Saturno, obrigou uma dispersão ergonômica do fluxograma perimetral estacionário, criando um desbalanceamento na estrutura de apoio axial do carro” (sic). As más línguas dizem que Montezemolo estaria viajando urgente para o Japão, a fim de aparar as arestas das desculpas meia boca que foram dadas. Muito bem, e Rubens, a culpa foi de quem?

Vamos dar uma espiada nos tempos de quinta, sábado e domingo.

Schumi
quinta: 19s7, 37s9, 18s5 = 1min16s305
sábado: 19s6, 37s6, 18s3 = 1min15s644

Rubens
quinta: 19s7, 38s0, 18s7 = 1min16s636
sábado: 19s8, 37s4, 18s5 = 1min15s820

Diferença: quinta: 0s331, sábado: 0s176


Domingo.
Vamos pegar as melhores passagens dos dois, não tenho os trechos:

Sapateiro
Na 30ª volta: 1min14s707

Rubens
Na 59ª volta: 1min15s307.

Diferença: 0s600 - o que em Mônaco (sic) representa um caminhão da Graneiro (olha o jabá).


Os números de cima nos remetem as seguintes alternativas para o domingo:

a) Colocaram o motor da Sauber para não ter que repetir a história do combustível?
b) Rubens ficou encaixotado porque estava atrás do David ou ficou atrás do David porque estava encaixotado?
c) Ficou de saco cheio porque finalmente caiu a ficha, ou finalmente caiu a ficha porque ficou de saco cheio?
d) Graças a Deus que Button ficou no estaleiro, senão era nono.
e) Nenhuma das alternativas acima

Vamos às respostas:

a) Claro que não dá, mas está na hora de parar com desculpas esfarrapadas.
b) Já vi Rubens fazer corridas melhores de Stewart ou Jordan.
c) Está mais do que na hora de cair a ficha, a paciência está acabando, a minha pelo menos.
d) E você ainda tem alguma dúvida?
e) Tem que ter uma explicação para aquele oitavo lugar.

Sempre tentei mostrar aqui que Rubens era um piloto em média de dois a no máximo três décimos mais lento que o Miguel, quem lê a minha coluna há tempos sabe disto. Ou seja, o companheiro mais rápido que o alemão já teve, entre todos os teamates. Tá bom, eu já sei, é complicado passar, é estreito, é difícil, tudo bem, mas alguma coisa aconteceu a mais no domingo. Ainda não entendi.

Que Kimi no final tivesse se conformado e aceitado o segundo lugar é sinal de maturidade dele, sem dúvida, isso lhe deu mais um pouquinho de gás na liderança do campeonato, além de evitar um enrosco desnecessário com Juan, que poderia perfeitamente jogar a vitória no colo do alemão. Agora lá trás, oitavo e tudo bem? Sei não, acho que íamos ficar mais satisfeitos se tivesse tentado passar David, Jarno & cia. Mesmo batendo. Por oito, por oitenta. Como sempre, falar do sofá é bem mais fácil.

Posso e devo estar enganado, para mim a única deixa é a seguinte: realmente existem fortes indícios de que esta acabando o tesão e o casamento está na fase final. Como o alemão ainda não passou o Kimi, isso torna as coisas mais difíceis para Rubens no Canadá, outra pista em que ele se dá bem. (Aliás, lá também já tomou um “fica aí”.) Quer dizer, outra corridinha sem sal?

Tá bem, concordo, é uma grande equipe, muita grana, etc. Mas será que não está na hora de pintar as bolas de roxo e bater o cajado na mesa?

No fundo, eu tinha medo disso, com os carros dos outros times melhorando e encostando na Ferrari, ou pelo menos dando mais trabalho, a tendência seria complicar mais para Rubens, caso isso afetasse a tranqüilidade do alemão, e pelo andar da carruagem... Bom como é muito fácil falar, prefiro ficar com minhas conjecturas e vamos em frente.

Antonio, mas nem em Mônaco? (sic) Desse jeito é melhor mesmo arrumar a mala. Este conjunto de fatores tá acabando com o rapaz. O canguru atômico é rápido, os caras estão dando um carrinho meia-boca, com a auto estima no dedão do pé, alem de o pão estar caindo toda hora com a manteiga para baixo (parece o Jarno), sei não, já vi esse filme, claro que numa versão mais antiga com Lucile Ball e Little Richard (substituindo Desi Arnaz).

Quanto a Cristiano, deve ter sentido saudade da guitarra, ou então foi buscar as fotos para ver se a Toyota deixou ele sair nelas.

O alemão fez o que pôde, para ele o feijão com arroz, as declarações de que teve algumas dificuldades de equilibrar o carro principalmente no segundo e terceiro trecho de Mônaco (sic) dão força a alguns comentários que ouvi de que a F2003-GA não é tudo isso que a Ferrari falou. O segundo a mais em média que eles levaram para abastecer em Monte Carlo em relação aos inimigos já indica que o motor bebeu bem mais que os outros, justificando o peso a mais na classificação de sábado, isso para atender a tática definida pela equipe.

Resultado: alemão se virando, motor bebendo, estrategistas confusos e Rubens apático = Trolha Monegasca

Tenho a impressão que não era bem isso que a equipe esperava, principalmente depois da pré de quinta. Com o nabo de sábado, o presidente Montezemolo já deve ter pensado em cancelar a viagem para o Principado. Depois da largada no domingo, com certeza dispensou a tripulação.

De qualquer forma ainda não há motivos para pânico, vem ai uma seqüência de pistas (agora sim) que devem favorecer um pouco mais a F2003-GA e com certeza o alemão vem na jogada. Só espero de coração, e com muita torcida, que a McLaren dê um meteoro bem rápido para o Cometa guiar, e que efetivamente a Williams tenha encontrado o caminho, se bem que Mônaco não serve como referência, enfim, pelo menos com isso, a segunda parte do campeonato deverá ser um pouco mais interessante, por que para mim a categoria voltou para o quartel do General Abrantes.

Mas Edgard, Mônaco (sic) não teve nada interessante? Além de ver mesmo de longe a princesa Caroline, na cerimônia do pódio, claro que teve.

“Viva Juan!”

Abração a todos e com licença que agora eu vou voar.

Edgard Mello Filho é uma das autoridades em F-1 mais respeitadas por este blog. Atualmente escreve para o site Grande Premio e apresenta um programa sobre aviação na TVA, canal 17.

***
Sobre o acidente do Jenson Button: eu GELEI na hora em que vi a BAR bater de lado nos pneus do mesmo jeito que Karl Wedlinger em 1994 - e que causou o fim da carreira do austríaco na Formula 1. Depois dessa e das batidas de Webber e Alonso no Brasil, acho que nunca mais ninguém morre na categoria. E se ele não bate, ia ficar entre os 5 primeiros no grid e podia até arriscar um pódio. Enquanto isso, o Villeneuve...

1 Comments:

At Sat Jan 31, 04:57:00 PM, Blogger dhd said...

Three passions,warcraft leveling simple but wow lvl overwhelmingly strong,wow power level have governed wow power level my life: the longing wrath of the lich king power leveling for love, the search for knowledge,World of warcraft Power Leveling and unbearable pity WOTLK Power Leveling for the suffering wlk power leveling of mankind. These passions,wlk power leveling like great winds,age of conan gold have blown me hither and thither,cheap aoc gold in a wayward course,aoc power leveling over a great ocean ffxi gil of anguish, reaching final fantasy xi gil to the very verge of despair. I have sought love, first, because it brings ecstasy - ecstasy so great that I would often have sacrificed FFXI Gil all the rest of life for final fantasy gil a few hours of this joy. I have sought it, next, because it relieves loneliness--that terrible loneliness in which one shivering consciousness dog clothes looks over the rim of the world into the cold unfathomable lifeless abyss.

 

Post a Comment

<< Home